assine

Newsletter

24 08

Uso de suplementos na alimentação de cães e gatos

Publicado em 24 de Aug de 2016 por Luana Zanolini Comentar

O uso de suplementos na alimentação dos pets pode fazer mal e ser desnecessário. A orientação veterinária é essencial! Confira alguns suplementos para cães e gatos e para que eles servem

Texto Wagner Ribeiro | Adaptação Luana Zanolini | Foto Reprodução/Instagram @bruski_blue_lab

Uso de suplementos na alimentação de cães e gatos

Os tutores costumam optar pelo uso da ração para cães e gatos por dois motivos: primeiro por ser um alimento balanceado, e segundo, pela praticidade. Mas, sempre bate a dúvida: será que o pet está recebendo todos os nutrientes necessários? É nessa hora que os donos acabam optando pelo uso de suplementos na alimentação do animal. O que pode ser um erro!

O uso excessivo desses produtos pode prejudicar a saúde do bicho. Só podemos usá-los com indicação veterinária. Já com relação à alimentação natural, o veterinário Régis Ribeiro explica: “na alimentação caseira, a suplementação é bem-vinda porque, durante o cozimento, alguns nutrientes se perdem, e os suplementos repõem o que foi perdido”.

Normalmente, filhotes que comem rações não necessitam de suplementos. Já os cães idosos e que sofrem de doenças degenerativas, podem precisar.

Confira alguns suplementos e para que eles servem:

Ômegas 3 e 6: ajudam a manter a pele saudável e não deixam o pelo cair.

Condroitina: raças que crescem muito rápido podem precisa tomar um suplemento de condroitina, pois ajuda a fortalecer as articulações.

Glucosamina: também pode ajudar a deixar as articulações mais saudáveis. 

 

Revista Meu Pet | Ed.04

Comente!