assine

Newsletter

10 12

Passo a passo de como fazer massagem cardíaca nos animais

Publicado em 10 de Dec de 2016 por Luana Zanolini Comentar

O procedimento da massagem cardíaca pode salvar a vida de animais que estejam sofrendo com parada cardiorrespiratória. Confira o passo a passo e aprenda!

Texto Mário Marcondes | Adaptação Luana Zanolini | Foto Shutterstock

Passo a passo de como fazer massagem cardíaca nos animais 

Identificar uma emergência é fundamental para que os animais possam ser rapidamente assistidos. No caso da parada cardiorrespiratória, iniciar de imediato uma massagem cardíaca é crucial para que se obtenha sucesso e o pet possa sobreviver. Por isso, se o seu peludo desmaiar, verifique se a respiração está parada e se apresenta as mucosas arroxeadas. Em caso afirmativo, o ideal é correr até o pronto-socorro veterinário mais próximo e, no caminho, iniciar manobras de reanimação, como a massagem cardíaca. Isso poderá auxiliar na manutenção da vida do animal até chegar à clínica.

Passo a passo

Enquanto outra pessoa conduz o veículo, você deve realizar a massagem de maneira delicada no tórax do animal:

1. Deite o mascote de lado.

2. Posicione uma mão abaixo do tórax do pet para sustentação.

3. Com a outra mão, delicadamente pressione o tórax do peludo na altura do cotovelo (onde fica o coração) – em cães pequenos ou gatos, a massagem cardíaca pode ser realizada pressionando-se o tórax com o polegar e o indicador.

4. Se o mascote não estiver respirando, intercale cinco massagens rápidas e uma respiração boca-focinho, soprando com auxílio das mãos em forma de concha.

5. Repita o procedimento até chegar no pronto-socorro.

Já no hospital, o veterinário irá entubar o animal e suplementar oxigênio na sonda e, com ajuda de equipamentos, realizará a respiração artificial e massagem cardíaca. Um monitor cardíaco poderá indicar o ritmo do coração do peludo, auxiliando na escolha dos remédios a serem aplicados. É importante salientar que casos extremos do tipo costumam ser de difícil reversão, mas o rápido socorro pode fazer toda a diferença.

Pergunta do leitor

“Meu cachorro desmaia sempre depois de uma crise de tosse, devo fazer massagem cardíaca?” Julia Albuquerque – Santos/SP

Existem várias causas para a tosse crônica. No caso do seu animal de estimação, a causa mais provável do desmaio parece ser a falta de oxigenação devido a essa crise de tosse. Existem exames de imagem que podem ser realizados para um correto diagnóstico e, assim, iniciar uma terapia com medicamentos. Após a confirmação do quadro, o veterinário poderá apontar se a massagem deve ser feita em caso de emergência.

 

 

Mário Marcondes

*Mário Marcondes é médico veterinário e diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira

 

 

 

 

Revista Meu Pet | Ed.46

 

 

Comente!